Browse By

Raquel Dodge Pede Suspensão de Inquérito da Odebrecht Contra Temer

Raquel Dodge Pede Suspensão de Inquérito da Odebrecht Contra Temer e decide não denuncia-lo ao STF.

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, pediu nesta terça-feira(25) ao STF para suspender o inquérito que investiga o presidente Michel Temer.

O inquérito se refere a um jantar em maio de 2014 no Palácio do Jaburu em que, segundo delatores, Temer acertou o repasse ilícito de R$ 10 milhões da Odebrecht ao MDB.

Ao pedir a suspensão do inquérito, Dodge decidiu não denunciar o presidente e deixar o caso parado até que o mandato de Temer termine.

A partir de 1º de janeiro, portanto, a investigação poderá prosseguir na primeira instância da Justiça.

No relatório em que informou ao Supremo as conclusões do inquérito, a Polícia Federal apontou indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte do presidente Temer.

O Relator do caso, Luiz Edson Fachin deu prazo de 15 dias para a procuradora-geral se manifestar.

Raquel Dodge, então, entendeu que deve-se aplicar a imunidade temporária a Temer porque as suspeitas se referem a antes do mandato.

A Constituição não permite que um presidente responda por fatos anteriores.

É investigado também o suposto pagamento de propina para ajudar a Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil.

Dodge poderia ter denunciado o presidente, mas teria que pedir para o caso ficar suspenso até o fim do mandato porque o presidente não pode responder por esses fatos.

No entanto, ela entendeu que nem mesmo a denúncia poderia ser feita.

Jair Bolsonaro Fala Pela Primeira Vez Sobre Atentado

Bolsonaro Defende a Proposta de Seu Principal Assessor Econômico

Bolsonaro Defende Isenção de IR Para Quem Recebe Cinco Salários

Apresentação dos Trabalhos da Oficina de Cinema em Periquito

Dias Toffoli Assumirá Presidência da República

Campanha de Bolsonaro Estuda Lançar Carta aos Brasileiros

Carmem Lucia Arquiva Pedido de Interpelação de PT

Inscreva-se no Nosso Canal no YOUTUBE

Raquel Dodge Pede Suspensão de Inquérito da Odebrecht Contra Temer