Browse By

Moro diz que só desinformados acham que pacote anticrime traz “licença para matar”

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro diz que só desinformados acham que pacote anticrime traz “licença para matar“.

O ministro usou se Twitter na manhã desta segunda-feira (20) para defender o pacote anticrime e falou sobre a flata de conhecimento por parte de muito acerca do pacote elaborado por sua pasta que visa combater à Corrupção, o crime violento e crime organizado.

De acordo com o ministro, se “alguém em legítima defesa, ou seja, reagindo a agressão injusta, exceder-se, o juiz poderá deixar de aplicar a pena ou diminuí-la”. E como ele informou, se no caso “o excesso decorrer de escusável medo, surpresa ou violenta emoção”.

“Para desinformados, seria uma norma bárbara, uma licença para matar. Já mostrei que o texto proposto é uma cópia da Seção 33 do Código Penal Alemão. Mas também tem disposição quase idêntica no Código Penal português, art.33, sobre excesso em legítima defesa” escreveu Moro.

Clique Aqui e Veja o Que eu Descobri na Sessão de Ontem Acerca da Participação Popular na criação de leis do município de Periquito.

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes