Browse By

Justiça determina prisão preventiva à mulheres que fingiam ser vítimas de Brumadinho

Justiça determina prisão preventiva à mulheres que fingiam ser vítimas de Brumadinho/ Minas Gerais.

A justiça determinou a prisão preventiva de duas mulheres que se passavam por vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho.

As estelionatárias buscavam receber doações da mineradora, mas foram presas em flagrante.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a primeira mulher se apresentou como mãe de uma criança que teria desaparecido em razão da tragédia.

A mulher chegou a apresentar um documento falso da criança.

No objetivo de receber R$50 mil, a segunda mulher disse que morava na zona de autossalvamento.

Porém, após investigações a Polícia descobriu que ela era moradora de rua em BH.

Justiça determina prisão preventiva à mulheres que fingiam ser vítimas de Brumadinho
Justiça determina prisão preventiva à mulheres que fingiam ser vítimas de Brumadinho

Clique Aqui e Veja o Que eu Descobri na Sessão de Ontem Acerca da Participação Popular na criação de leis do município de Periquito.

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes