Browse By

Bolsonaro critica ato obsceno no carnaval e assunto causa disputa de opiniões

Bolsonaro critica ato obsceno no carnaval e assunto causa disputa de opiniões a favor mas também contra o presidente.

O presidente Jair Messias Bolsonaro, publicou um vídeo em suas redes sociais dizendo que não gosta de mostrar, mas “infelizmente temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades”.

“Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no Carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conclusões”, tuitou Bolsonaro.

O assunto polemizou nas redes sociais e causou diversas opiniões a favor e contra o presidente.

Um exemplo disso é a frase de um internauta que afirmou que sua netinha havia tomado conhecimento dessa cena no twitter de Bolsonaro e queria saber como o presidente “explicaria isso”.

Em resposta ao comentário acima, uma internauta disse que as regras do twitter não permite perfil de crianças e se a garota viu a cena a responsabilidade era dele.

“As regras do twitter ñ permite perfil de crianças e se viu a responsabilidade é sua, outras tantas devem ter visto tbm pois isso aconteceu em via pública, mas parece que não te chocou tanto assim. O que vale é o ataque a pessoa e ñ fato deplorável em questão.”, escreveu a mulher.

Bolsonaro critica ato obsceno no carnaval e assunto causa disputa de opiniões
Bolsonaro critica ato obsceno no carnaval e assunto causa disputa de opiniões

Clique Aqui e Veja o Que eu Descobri na Sessão de Ontem Acerca da Participação Popular na criação de leis do município de Periquito.

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes