"Não há intenção de compra de vacinas chinesas", diz Ministério da Saúde

Browse By

“Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, diz Ministério da Saúde

“Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, diz Ministério da Saúde em coletiva de imprensa.

O Ministério da Saúde nesta quarta-feira (20/10), deu uma nota de esclarecimento dizendo que não há intenção de compra das vacinas chinesas.

Segundo o Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, houve uma interpretação equivocada da fala do Ministro Eduardo Pazuello, sobre a vacina chinesa, “Coronavac”.

“Houve uma interpretação equivocada da fala do Ministro da Saúde, em momento algum a vacina foi aprovada pela pasta, pois qualquer vacina depende de analise técnica e aprovação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (ANVISA), depende também da Câmara de Regularização do Mercado de Medicamentos, e da Comissão Nacional de Corporação de Tecnologia do SUS, com opção de compra de vacinas e o contrato de encomenda tecnológica AstraZeneca Oxford, com insumos estrangeiros em o primeiro momento para o escalonamento de 100,4 milhões de doses e a transferência tecnológica para produção própria de insumos, o que possibilitara que a Fiocruz produza mais 110 milhões de doses de vacinas no segundo semestre de 2021, não houve qualquer compromisso com o governo do estado de São Paulo ou com seu governador no sentido de aquisição de vacinas contra Covid-19” diz o Secretário executivo Élcio Franco.

“Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, diz Ministério da Saúde

Ainda de acordo com o Secretário Élcio, a intenção do Ministério da Saúde e do Instituto Butantan, sem caráter vinculante, é uma iniciativa de que fosse usada uma vacina brasileira e, que ela se mostrasse segura e eficaz, antes mesmo das outras possibilidades citadas.

“Tratou-se de um protocolo de intenção, entre op ministério da saúde e o Instituto Butantan sem caráter vinculante, por se tratar de uma grande parceira do ministério da saúde na produção de vacinas para o Programa Nacional de Imunizações, mas uma iniciativa para tentar proporcionar uma vacina segura e eficaz para nossa população, neste caso com a vacina brasileira caso fiquem disponíveis antes das outras possibilidades citadas, não há intenção de compra de vacina chinesas, a premissa de aquisição de qualquer vacina, prima pela segurança, eficácia, ambos com aprovação da Anvisa, produção em escala, preço justo, qualquer vacina quando estiver disponível certificada pela Anvisa e adquirida pelo Ministério da Saúde poderá ser oferecida para os brasileiros por meio do programa de imunizações e o que depender desta pasta não será obrigatória” acrescentou o Secretário Élcio Franco.

Veja abaixo o video completo do Programa Band Jornalismo e saiba mais sobre o comunicado do Ministério da Saúde.

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias” e fique sempre bem informado sobre as principais notícias e polêmicas do Brasil e do mundo.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

“Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, diz Ministério da Saúde

"Não há intenção de compra de vacinas chinesas", diz Ministério da Saúde
“Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, diz Ministério da Saúde

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…