Sem Aval da Câmara, Palácio do Planalto adia pacto entre os três poderes

Browse By

Sem Aval da Câmara, Palácio do Planalto adia pacto entre os três poderes

O Palácio do Planalto decidiu adiar a assinatura do pacto entre três poderes que havia sido anunciado pelo governo, há duas semanas, após reunião entre o presidente Jair Messias Bolsonaro e os presidentes da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

A assinatura estava prevista para esta segunda-feira (10), mas o governo já sabia que não ocorreria após a sinalização de Rodrigo Maia (DEM-RJ) que só assinaria o texto com a Aval dos deputados.

Na prática, Maia avisou ao governo que a ideia do pacto era só d Executivo e que não havia nenhuma outra pauta a ser a ser pactuada entre Legislativo e Executivo neste momento a não ser a que já estava pública: A Reforma da Previdência.

Sem Aval da Câmara, Palácio do Planalto adia pacto entre os três poderes. Diante do recado de Maia, o governo recuou.

Ao ser procurado, o porta-voz da Presidência, general Rego Barros, confirmou no sábado que o pacto “foi postergado para acertar detalhes ainda em aberto”.

De acordo com as afirmações de Deputados, se houver texto, será do Legislativo.

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE

Sem Aval da Câmara, Palácio do Planalto adia pacto entre os três poderes
Sem Aval da Câmara, Palácio do Planalto adia pacto entre os três poderes

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes

Como funciona os debates acerca dos Projetos de Lei a serem aprovados em Periquito
Instituto Cenibra aposta em parcerias para promover o desenvolvimento social e econômico no leste de Minas
Com apoio da CENIBRA Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino chega a Periquito
Bombeiros percebem movimentação de rejeito em Barragem de Brumadinho
ANM coloca em consulta pública proposta de acabar com barragens como a de Brumadinho
Procurador Geral de Justiça afirma que tragédia de Brumadinho não foi obra da natureza
Juiz afirma que funcionários da Vale poderiam ter evitado maior parte das mortes